Mercado imobiliário: como estruturar um processo de vendas 100% digital?

Imobiliário

Lorrayne

14 min. de leitura

O mercado imobiliário está cada vez mais competitivo e as empresas do ramo que querem aumentar as oportunidades e os lucros precisam explorar novas estratégias de vendas. Não só isso, investir em um processo de vendas 100% digital.

Quando falamos em um processo de vendas 100% digital, estamos nos referindo a todas as etapas do funil de vendas: prospecção, abordagem e apresentação, negociação, fechamento e também pós-vendas.

E nesse momento você deve estar se perguntando: “Como as empresas do ramo imobiliário podem fazer o processo todo digital se o fechamento de contrato envolve assinaturas de compradores, testemunhas e vendedores?”

Pois bem, é justamente por isso que o post de hoje foi escrito. Para esclarecer de uma vez por toda essa dúvida e para mostrar que é possível tornar o processo de vendas de imóveis totalmente digital com a assinatura eletrônica.

Esperamos que goste. Boa leitura! 

Mercado imobiliário: um setor em expansão

Segundo a ABRAINC (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), o setor da construção civil teve um ano bastante positivo em 2020. Apresentou um crescimento de 85,5% no lançamento de imóveis em outubro em comparação ao mesmo período em 2019, e nas vendas o aumento foi de quase 70%.

Para os especialistas, isso só significa uma coisa: o setor imobiliário irá acompanhar a retomada da economia brasileira em 2021.

Como o mercado imobiliário está apresentando um crescimento acima da média e como mais pessoas estão propensas a comprar um imóvel — visto que a taxa selic ainda está baixa —, as empresas que trabalham nesse nicho de atuação precisam se renovar o quanto antes para conseguirem atender a demanda.

Isso significa que precisam mudar a forma de fechar as negociações, prestar atendimento ao cliente, inclusive realizar processos de vendas.  

A importância de otimizar o processo de vendas

Até pouco tempo atrás, o processo de vendas era burocrático demais. A demora para reunir os documentos e conferir todas as informações sobre os imóveis geralmente desmotivavam o cliente a fechar negócio. Não só isso, fazia ele ir atrás de outras empresas mais ágeis para analisar ofertas.

Hoje, muitas empresas estão abrindo as portas dentro do mercado imobiliário devido ao crescimento do setor. E sabemos que esse acréscimo só pode significar uma coisa: competitividade.

Preços mais atrativos, condições de pagamento melhores, processo de vendas digital, atendimento diferenciado a qualquer hora do dia, enfim. Existe uma série de fatores que estão esquentando as disputas dentro do setor de imóveis.

E não são apenas as construtoras, incorporadoras e imobiliárias que estão competindo pelo cliente. Os corretores de imóveis independentes também estão na jogada, lutando para conseguir o seu espaço. 

Então, pergunto: como é possível competir em meio a tanta concorrência? 

Pois bem, a resposta é bastante simples: oferecendo um diferencial altamente atrativo. Que, nesse caso, é um processo de vendas 100% digital.

Benefícios de estruturar um processo de vendas de imóveis 100% digital 

Acreditar e investir em um processo de vendas 100% digital é uma vantagem tanto para a empresa como para o comprador, uma vez que oferece uma série de benefícios. Se você não sabe que benefícios são esses, não tem problema! Abaixo, separamos as principais vantagens de estruturar um processo totalmente digitalizado: 

#1. Mais economia

Antes um comprador precisava se dirigir até as construtoras, incorporadoras e imobiliárias para saber mais sobre um empreendimento. Também precisava agendar horários para visitação e esperar que um funcionário da empresa estivesse à disposição para apresentar as características do imóvel.

A questão é que, hoje, ninguém mais tem disponibilidade para fazer tudo isso. E é aí que entra a primeira vantagem de estruturar um processo de vendas 100% digital: proporcionar mais economia de tempo ao cliente que quer ver um imóvel e, consequentemente, garantir mais economia para a empresa.

Imagine que o seu cliente pode entrar na página da sua construtora e conferir todos os empreendimentos no catálogo. Ele mesmo pode analisar os preços, verificar as condições de pagamento, analisar as fotos e ler todos os dados em relação ao imóvel (área, garagem, condomínio, etc).

Enquanto isso, você só precisa aguardar que ele escolha o imóvel do seu interesse para agendar uma visita e enviar um profissional para atendê-lo.    

Falando em economia, já pensou o quanto você gasta com papel na sua empresa? Faça os cálculos! Basta clicar no banner abaixo e fazer o download gratuito.

#2. Atendimento mais rápido

Outra vantagem de estruturar um processo de vendas de imóveis 100% digital é que a sua empresa passa a oferecer um atendimento mais rápido e exclusivo para o cliente. Aumentando, assim, a probabilidade dele ficar satisfeito e pronto para fechar negócio. 

Como aqui o processo de vendas é feito de forma totalmente digital, a sua empresa pode apostar em estratégias de marketing para otimizar o atendimento. Por exemplo, enviando ofertas para o e-mail do cliente sobre os novos empreendimentos. Ou, acrescentando no site um assistente virtual para responder dúvidas relacionadas aos imóveis.

Isso significa que o seu cliente terá mais liberdade para pesquisar sobre os empreendimentos a qualquer hora, sempre que desejar. E que receberá um atendimento virtual, seja no final do dia, quando já acabou o expediente da sua empresa, ou até mesmo nos finais de semana.  

#3. Maior praticidade

O processo de vendas de um imóvel costuma ser bastante demorado. Isso porque nem sempre o cliente consegue se decidir na primeira visita, sendo necessário fazer várias outras visitações em vários tipos de empreendimentos.

Até então essas visitações precisavam ser feitas pessoalmente, com um profissional acompanhando. Mas agora tudo isso ficou mais prático, uma vez que o cliente pode se antecipar e conferir todos os imóveis que estão à venda no site ou rede social da empresa.

Já imaginou a praticidade que isso traz para o cliente? Não só isso, a praticidade que pode trazer para o seu negócio? 

O cliente pode conferir todos os imóveis sem sair de casa e em poucos cliques, por meio de um computador ou dispositivo móvel com acesso à internet. E o seu vendedor, aguardar o interesse dele em investir em um imóvel específico. 

#4. Agilidade para realizar pesquisas

Pesquisar sobre os empreendimentos pode ser um procedimento demorado quando feito manualmente. No entanto, quando existe inovação e tecnologia, é possível otimizar o acesso às informações ao cliente e com isso acelerar o processo de vendas.

Hoje, no site da empresa, o cliente pode inserir uma série de dados na barra de busca para filtrar apenas os imóveis que se encaixam as suas necessidades e preferências. 

Pode, por exemplo, definir se tem interesse em um apartamento, casa ou sala. E se esse ativo deve conter dormitórios, suítes, garagem, cozinha, entre outros.

#5. Processo de vendas ágil e sem burocracias

Uma vez que todo o processo ocorre digitalmente, as vendas se tornam muito mais ágeis e sem burocracia. A prospecção e qualificação do cliente ocorrem praticamente pela internet, por meio de e-mail, redes sociais e telefone. Da mesma forma que a apresentação dos imóveis, fechamento de contrato e atendimento pós-venda. 

As empresas do ramo imobiliário que usam a assinatura eletrônica em um fechamento de negócio conseguem reduzir o tempo de processo de vendas drasticamente. Não acredita? Em situações comuns o procedimento costuma durar 40 dias, mas, com a assinatura eletrônica, esse período cai para 2 dias no máximo.

Incrível, não é?   

Como estruturar um processo de vendas 100% digital

Agora que você já sabe quais são os benefícios de estruturar um processo de vendas de imóveis 100% digital, veja como tornar esse procedimento todo eletrônico dentro da sua empresa: 

Passo 1: Aposte no atendimento online

Disponibilizar canais de atendimento online é o primeiro passo para estruturar um processo de vendas 100% digital. Whatsapp, telefone, chat virtual, e-mail, redes sociais, enfim. Independentemente do que escolher, o importante é proporcionar de duas a três opções para aumentar a oportunidade dos clientes de se comunicarem.

Pense que nem sempre uma pessoa que está interessada em adquirir um imóvel vai possuir conta no Facebook ou Instagram. Então é necessário oferecer várias alternativas para cada vez mais pessoas entrarem em contato.  

Passo 2: Tenha um site ou aplicativo que permite pagamento e transações de compra

Outro passo importante para estruturar um processo de vendas 100% digital é trabalhar com um site ou aplicativo que permite fazer pagamentos e realizar transações de compra. 

Como estamos vivendo na era da mobilidade, em que o acesso às informações é feito em poucos cliques, na palma da mão, as empresas do ramo imobiliário não podem mais perder tempo com processos manuais, nem se deslocar até uma agência bancária para fechar negócio. 

É preciso acompanhar a inovação e oferecer praticidade, comodidade e segurança para o cliente vender e comprar de qualquer lugar.     

Passo 3: Invista na assinatura eletrônica para a assinatura de contratos

Por último, mas não menos importante, invista na assinatura eletrônica para assinatura de contratos de compra e venda.

A assinatura eletrônica é um procedimento totalmente digital que permite que as partes concretizem acordos, fechem negócios e formalizem os documentos sem sair de casa. 

Não sabe como ela funciona? Vamos explicar!  

Assim que você faz o cadastro em uma plataforma de assinatura online como o Assine.Online, a sua empresa consegue fazer o upload de contratos em formato Word ou PDF, você pode adicionar os signatários, indicando seus nomes e respectivos endereços de e-mail para o envio do contrato. 

Também pode determinar a ordem das assinaturas e ainda posicionar o local desejado para assinatura, e enviar o arquivo por correio eletrônico em poucos cliques. Simples, não é?

Muitas pessoas ainda ficam em dúvida se a assinatura eletrônica oferece segurança e validade jurídica por se tratar de um procedimento totalmente digital. Mas essa dúvida ocorre apenas porque não conhecem ou não sabem como ela realmente funciona.

Para ter ideia, desde que a Medida Provisória 2.200-2 foi sancionada, no dia 24 de agosto de 2001, a assinatura eletrônica passou a ter a mesma validade jurídica que a assinatura física. 

Ou seja, não existe risco de ocorrerem fraudes nos documentos porque as etapas para a assinatura envolvem a validação de e-mail, captação de dados pessoais e de conexão, até mesmo a autenticação eletrônica.

E se você acha que indicamos a assinatura eletrônica apenas porque facilita a assinatura de contratos, calma! Dê só uma olhada nas outras vantagens:

  • Otimização de processos: a assinatura eletrônica elimina a necessidade de processos físicos como impressão de papel e translado de documentos.
  • Redução de custos: sua empresa consegue reduzir a quantidade de documentos impressos, diminuindo assim os gastos com papel, tinta para impressão e espaços para arquivo. 
  • Mobilidade: todos os seus clientes podem assinar contratos online, em tempo real e de qualquer lugar do mundo, por meio de um smartphone, tablet ou computador com acesso à internet.

Assine.Online para um processo de vendas 100% digital

O Assine.Online é uma plataforma para gestão de documentos e assinaturas digitais, que veio para agilizar o processo de venda dos seus imóveis

Oferecemos validade jurídica sobre os documentos assinados e simplicidade para você emitir, redigir e enviar contratos. Também, mobilidade para que você possa gerenciar todas as informações de qualquer lugar e hora.

Como fica fácil gerenciar documentos e emitir contratos, sua empresa consegue ter ganhos elevados em produtividade, inovação e economia. Diferenciais que são considerados extremamente competitivos para sobressair no mercado imobiliário, inclusive para conquistar o cliente.

Quer conhecer todas as vantagens da Assinatura Eletrônica na prática? Entre em contato conosco, podemos traçar a melhor solução de Assinaturas Eletrônicas para seu cenário!

Posts relacionados

10 min. de leitura

Assinatura digital de contratos imobiliários: como funciona?
Continue lendo

7 min. de leitura

Setor imobiliário: 6 tendências que vieram para ficar
Continue lendo

8 min. de leitura

SREI: entenda as novidades do Registro Eletrônico de Imóveis
Continue lendo
Skip to content