Saiba como aumentar as vendas de imóveis com ajuda da tecnologia

Imobiliário

Lorrayne

13 min. de leitura

A tecnologia pode ser utilizada por diferentes tipos de empresas para impulsionar as vendas. Aplicativos, mensagens instantâneas, assinatura eletrônica, enfim. Muitas dessas ferramentas contribuem para melhorar a experiência dos clientes e ajudar na tomada de decisão.     

A questão é que nem todas as empresas do ramo imobiliário sabem como usar a tecnologia a favor dos negócios e, por conta disso, acabam perdendo a oportunidade de vender e se sobressair no mercado.

Sua empresa sabe como utilizar a tecnologia para vender mais imóveis? Se a resposta for não, sem pânico. Hoje você vai descobrir tudo que é necessário para aumentar as vendas usando a tecnologia. 

Boa leitura!

Tecnologia: uma aliada poderosa para vender imóveis 

A tecnologia chegou para otimizar a abordagem do cliente e garantir uma melhor experiência de compra. Quando usada corretamente, pode ajudar no controle de processos comerciais, na análise de indicadores de desempenho e tomada de decisão. Também, ajudar a identificar necessidades de melhorias. 

Ainda existe um grupo que é resistente em relação ao uso de ferramentas tecnológicas. Mas isso porque não sabem exatamente como usar a inovação em prol dos seus negócios. 

Para ter ideia, a tecnologia pode ser extremamente útil para a empresa atrair mais compradores. Da mesma forma que pode auxiliar na qualificação dos leads, na apresentação de imóveis, fechamento de negócios e atendimento pós-venda.   

Ou seja, a empresa do ramo imobiliário pode aumentar (e muito) a chance de reconhecer novas oportunidades e alavancar os resultados. Mas para isso precisa saber como a tecnologia pode ser usada para vender mais. 

Biaxe o ebook sobre processos imobiliários

Como a tecnologia pode ser usada para vender mais

Já pensou em conseguir analisar o comportamento de um cliente e, com base nisso, criar um desejo de compra? Ou direcionar todas suas estratégias de marketing para o público certo ao ponto de aumentar as vendas significativamente?

Acha que é possível apresentar os seus imóveis de um jeito divertido a ponto de atrair e despertar o interesse de novos clientes? Ou otimizar tanto os processos comerciais a ponto de concluir as vendas em menos de 1 semana? 

Você pode não acreditar, mas tudo isso é possível quando a empresa do ramo imobiliário faz uso das ferramentas certas.

Tecnologias como o CRM podem ser usadas para melhorar os processos e aumentar o sucesso das equipes nas vendas. Já as redes sociais podem proporcionar um espaço promissor para atrair a atenção do público e despertar o desejo de compra.

E-mail e blog podem ser utilizados pelas equipes de marketing para transmitir conteúdos relevantes para a qualificação dos leads. Da mesma forma, canais digitais como Youtube e Spotify podem ser usados para apresentar empreendimentos de forma moderna e inovadora.

Até fechar uma venda pode ser mais prático com o apoio da tecnologia certa. Plataformas de gestão de documentos e assinatura digital, permitem que a assinatura de contratos seja realizada sem complicações e em poucos cliques. 

E se não bastasse tudo isso, a tecnologia ainda pode ser usada pela empresa para manter o relacionamento com o cliente no pós-vendas por meio de aplicativos de mensagens instantâneas e chat virtuais. 

Viu só como a tecnologia pode ajudar?

7 tecnologias para vender imóveis

Agora que você já sabe como a tecnologia pode ser útil para aumentar as vendas, que tal conferir 7 ferramentas que podem ser utilizadas pela sua empresa para vender imóveis? 

1- Site que permite conhecer o imóvel online

A primeira regra para vender mais imóveis é ser visto, concorda? Quando a sua empresa é vista, ela é lembrada, e quando lembrada, ela passa a ter relevância em uma tomada de decisão.

Assim sendo, se você realmente quer aumentar a chance de fechar negócios, tenha um site que garante boa visibilidade dos imóveis e, melhor, permite conhecer online os empreendimentos. 

Permitir a visita pela internet é uma forma excelente de você acelerar o processo de apresentação dos ativos. Aumentando, assim, a chance de um comprador conhecer o imóvel e fazer uma proposta.

2- Redes Sociais

As redes sociais são ótimas ferramentas para atrair compradores e aumentar as vendas. Afinal, condensam um número grande de usuários. 

Hoje, o instagram possui 1 bilhão de usuários ativos por mês, enquanto que o facebook possui mais de 2,6 bilhões. Isso significa que, por meio de uma simples postagem, a sua empresa pode alcançar muitas pessoas. Já pensou em todas as oportunidades que um simples “click” pode trazer?

E olha que as redes sociais não são ótimas apenas para prospectar clientes, viu? Elas também são ferramentas incríveis, pois otimizam a comunicação e melhoram o engajamento, uma vez que oferecem troca de mensagens instantâneas, curtidas e comentários. 

Veja um exemplo:

Digamos que a sua empresa postou a foto de um apartamento no Instagram. Você pode verificar nas curtidas e nos comentários da imagem qual foi a reação do público e, a partir daí, traçar uma estratégia para converter essas pessoas em potenciais compradores. 

Você pode ainda mandar o portfólio no privado apresentando os ativos à venda, ou pedir para que participem de uma pesquisa online para descobrir quais são as suas necessidades e os tipos de empreendimentos que estão mais interessados.  

3- Aplicativos

Estamos vivendo na era da mobilidade, em que tarefas podem ser concluídas em poucos cliques e os serviços podem ser contratados em um dispositivo móvel. Restaurantes, bancos, lojas comerciais, farmácias, enfim… Diversos segmentos já estão fazendo uso dos aplicativos para chegar rápido até as pessoas, e é claro que o setor de imóveis não poderia ficar fora dessa.

Até então o Brasil tem 424 milhões de dispositivos digitais em uso, e segundo um  estudo divulgado pelo Cuponation, empresa que ajuda o consumidor a comprar de forma inteligente, o número de smartphones no mundo inteiro deve crescer mais de 50% até final deste ano.

Mas o que esses dados significam na verdade? 

Bom, significam que cada vez mais pessoas estão se conectando ao mundo digital, e que ter o seu negócio na palma da mão do cliente é praticamente um requisito para continuar vendendo. Já imaginou todas essas pessoas navegando na internet, e só o seu negócio estar fora desse meio? Muitas oportunidades de vendas podem ser perdidas…    

4- Tour virtual

Outra tecnologia que está em alta e pode melhorar (e muito) a experiência de compra do cliente é o tour virtual. Aqui, a pessoa não precisa mais visitar os imóveis um a um para decidir qual é o certo. Pode simplesmente acessar o site da empresa, pesquisar os empreendimentos favoritos e fazer a visitação online de cada um deles no conforto de casa.

Depois, basta escolher o imóvel de interesse, agendar uma visita com o corretor para avaliar o ativo pessoalmente. Já pensou na economia de tempo que isso pode proporcionar para a pessoa que está comprando? Ou melhor, o quanto a sua empresa pode economizar com deslocamentos, e garantir disponibilidade para fazer novas negociações? 

5- CRM

CRM, conhecido também por Customer Relationship Management, é uma ferramenta que automatiza as funções de contato com o cliente. Como permite registrar todas as interações dele com a empresa, a equipe responsável pelo marketing pode elaborar estratégias mais assertivas em suas campanhas para criar e manter um bom relacionamento.

Por meio das informações coletadas e armazenadas no CRM, os integrantes do time podem estudar o comportamento do cliente e definir como devem ser feitas as abordagens. Não só isso, definir que procedimentos devem ser gerados e qual será o plano mais assertivo para a comunicação.

Uma boa ferramenta CRM deve ser capaz de emitir relatórios completos e detalhados para a empresa identificar falhas e oportunidades de melhorias. Também  integrar setores, uma vez que todas as áreas da empresa influenciam nas vendas, e fornecer um bom armazenamento de dados para manter salvas todas as informações.

Também deve oferecer acessibilidade para os profissionais analisarem dados e emitirem relatórios de qualquer lugar e hora, com operação em nuvem e em dispositivos móveis. 

6- Inteligência artificial

Antes o cliente precisava ligar para a construtora, incorporadora ou imobiliária para agendar uma consulta e tirar dúvidas sobre um imóvel. No entanto, se não conseguia ser atendido, precisava mandar uma mensagem por e-mail e aguardar o retorno de um funcionário. 

O problema é que nem sempre o cliente está disposto a esperar, e muitas oportunidades podem ser perdidas apenas por causa disso. 

Mas a sua empresa não precisa correr esse risco quando investe em tecnologia. Sabe por quê? Porque, hoje, existem ferramentas com inteligência artificial que podem ser programadas para fazer o agendamento, inclusive responder às principais dúvidas do cliente.

Um assistente virtual, que conversa com as pessoas por meio de um chat, pode oferecer suporte quando a sua equipe já encerrou o expediente. Até mesmo auxiliar no atendimento quando há muitas pessoas interessadas em conversar com a empresa na mesma hora. 

7- Assinatura eletrônica

A assinatura eletrônica é um procedimento totalmente digital utilizado para a assinatura de contratos. Por meio de uma plataforma como a Assine.Online, a sua empresa de imóveis pode concretizar acordos, fechar vendas e formalizar documentos em poucos cliques, pela internet.

Geralmente, o processo de venda de um imóvel é burocrático e costuma demorar dias para ser concluído. E esse tempo é suficiente para o cliente desistir da compra, perder o documento ou até mesmo duvidar da capacidade da sua empresa.

Por sorte, isso não ocorre com a assinatura eletrônica. Afinal, a tecnologia permite o fechamento de um negócio de forma praticamente instantânea. Ou seja, de 40 dias a venda passa a ser concluída em apenas 1!  

Infográfico explicando como vender mais imóveis com a ajuda da tecnologia

Assine.Online: sua plataforma para assinar documentos

A Assine.Online é uma plataforma para gestão de documentos e assinaturas digitais, que veio para agilizar o processo de venda dos seus imóveis

Após o cadastro, a sua empresa pode fazer o upload de contratos em PDF e enviar os documentos aos signatários, para que os potenciais clientes leiam e realizem a assinatura em poucos cliques. 

Simples assim! 

Algumas pessoas ficam em dúvida se a assinatura eletrônica oferece segurança e validade jurídica por se tratar de um procedimento digital. Mas, não há motivos de preocupação. Desde que a Medida Provisória 2.200-2 foi sancionada, no dia 24 de agosto de 2001, ela passou a ter a mesma validade jurídica que uma assinatura física.

Se você quer saber mais sobre como a assinatura eletrônica pode ajudar no processo de vendas dos seus imóveis, converse com nossa equipe para esclarecer todas as dúvidas!

Posts relacionados

10 min. de leitura

Assinatura digital de contratos imobiliários: como funciona?
Continue lendo

7 min. de leitura

Setor imobiliário: 6 tendências que vieram para ficar
Continue lendo

8 min. de leitura

SREI: entenda as novidades do Registro Eletrônico de Imóveis
Continue lendo
Skip to content